segunda-feira, 14 de junho de 2010

Destino

Tenho de agradecer à mãe Natureza por estar sempre a mudar! Sou um girassol preso ao chão, sem poder mover-me! Mas há sempre algo de diferente. Todos os dias tenho amigos novos que me visitam. Todos os dias o vento muda de direcção e inclina-me para ver novos horizontes. Todos os dias o horizonte é diferente e os sonhos mudam. Todos os dias o orvalho acaricia as minhas folhas ao acordar e embala-as ao adormecer. Todos os dias vejo fechar-se mais um capítulo da eterna história dum amor impossível quando o Sol se despede da Lua e olha para ela até algum desaparecer no horizonte. Todos os dias as nuvens desenham-se em novas formas. Todos os dias são diferentes e é isso que me faz partir para a descoberta! É o que me dá esperança e motivação para viver! Tal como o Sol que espera pelo eclipse para sentir a Lua na sua pele, eu espero pelo meu destino para sentir a felicidade na minha pele!

Miguel Cruz
14.06.2010

3 comentários:

Eunice disse...

Muito naturalista, o meu homem ^^ "guxigu"

senshi disse...

já tenho saudades de um novo texto teu, um daqueles que quase me faz chorar. amo-te mano =) *

lenafq disse...

Dizes no teu perfil..."adoro escrever palavras e misturá-las...e eu adoro a mistura que tu fazes e "sabem-me" tão bem as tuas palavras neste belíssimo texto...
continua a escrever,Miguel!